Como evitar brigas no trânsito

março 02, 2012 Nilda Silva 0 Comentários

Olá pessoal, boa tarde!

Como reagir diante de fechadas, buzinadas e gestos ofensivos?

Perder a compostura no trânsito ao menos uma vez na vida é algo que pode acontecer com qualquer um. Nas cidades brasileiras, conflitos por motivos banais fazem parte da rotina dos motoristas. O que acontece é que, ao volante, a pessoa se torna anônima e tem a sensação de que jamais vai cruzar novamente com quem brigou. Para piorar, estudos apontam: pessoas irritadas se envolvem duas vezes mais em situações de risco e cometem até o quádruplo de agressões ao volante. A seguir, confira algumas dicas de comportamento e acelere das confusões.

ATITUDES DO BEM

Adote esses hábitos e faça do trânsito um local menos hostil:

– Saia de casa com certa antecedência. Nos dias de hoje, precisamos contar com certos imprevistos pelo caminho.

– Nada de dirigir se estiver nervosa ou após alguma discussão.

– Enquanto estiver ao volante, deixe o celular de lado.

– Encontre maneiras de tornar o congestionamento menos estressante. Música, audiobook e alongamentos ajudam a aliviar a tensão.

– Evite buzinar! O barulho só aumenta a sua raiva e a dos outros motoristas.

– Respeite as leis de trânsito. Sinalize a cada troca de faixa e nunca “costure” o trânsito.

– Seja educada ao dirigir. Evite dar farol alto na traseira dos carros, não faça gestos obscenos e nem grite palavrões.

– Bateu? Anote a placa do outro veículo e saia do local. Para descobrir o verdadeiro proprietário do automóvel, basta levar o número para uma base da Polícia Militar.

DEIXA-DISSO

Se a briga começou, saiba como agir:

– Não encare o opositor – isso pode ser visto como um sinal de provocação.

– Ainda que lhe pareça injusto, não discuta e siga seu caminho.

– Em caso de ameaça, busque um local seguro e ligue para a Polícia Militar (190).

– Mantenha sempre uma distância segura em relação aos outros carros.

– Não caia em provocações. Peça desculpas, mesmo se estiver com a razão.

Fonte: MdeMulher

0 comentários: